Descarte de medicamentos vencidos nas farmácias – Uma boa ação ambiental para incorporar na nossa rotina

O antibiótico que sobrou do último tratamento ou a pomada que está guardada no fundo da caixa de remédios é um grande poluidor do meio ambiente.
Quando descartados no lixo comum ou no vaso sanitário essas drogas vão parar em aterros, lixões, estações de tratamento de água/esgoto ou no lençol freático.

Nova legislação normatiza recolhimento de medicamentos (Carlos Severo, Fotos Públicas)

Para evitar isso, entrou em vigor, em 3 de dezembro, o Decreto Federal Nº 10.388 que normatiza a logística reversa de medicamentos domiciliares ou em desuso.
Na prática, as farmácias devem receber os medicamentos vencidos e fazer parte de uma rede de descarte adequado.

Por enquanto, a legislação não obriga os estabelecimentos a receber os produtos descartados.
Mas, nós, como clientes, podemos dar preferência para as farmácias que aceitam o descarte.

Algumas farmácias no Centro
Recebem: Catarinense, Preço Popular e Sesi.
Não recebem: Farmácia do Trabalhador e Panvel.

Descarte corretamente:
Se seu medicamento venceu e você só percebeu agora, não jogue no vaso sanitário ou no lixo!
Agora que você sabe dos riscos que isso pode causar, leve os medicamentos até um ponto de coleta para o descarte ambientalmente correto.

Confira vídeo sobre o tema:

(Com informações do site Ecycle. A imagem de abertura é de João Gomes, do site Fotos Públicas)

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *