Florianópolis tem 2,2 mil casos ativos, mas ninguém quer se isolar em hotel gratuito da prefeitura no Centro

A Prefeitura de Florianópolis está oferecendo hospedagem gratuita em hotel do Centro para pessoas em vulnerabilidade social ou que por algum outro motivo não conseguem fazer isolamento domiciliar, após serem confirmadas com a Covid-19.
Até o início desta semana, das 30 vagas ofertadas há um mês, apenas uma está preenchida por um paciente confirmado com a doença.
Informações do Covidômetro (dados on line da prefeitura) mostram que, atualmente, há 2,2 mil casos ativos de coronavírus na cidade e 4,5 mil casos em análise, além de 66 internados e 52 óbitos.
Dos 5,4 mil casos confirmados, há 3,2 mil recuperados.
O serviço para preencher uma vaga no hotel três estrelas, por até 14 dias, é oferecido quando identificado que a pessoa confirmada com a doença não tenha condições de se isolar na sua própria residência.

O hotel, conveniado pela prefeitura, conta com quatro refeições diárias, limpeza dos quartos e serviço de lavanderia durante o período necessário de isolamento.

Suspeitos também podem ocupar vagas
A prefeitura também disponibiliza vagas no mesmo hotel para hospedar pessoas que estão com suspeita de coronavirus, mas, que durante a investigação da doença não conseguem se isolar.
Até agora, seis vagas estão sendo ocupadas.

Isolamento antes de receber acolhimento
Há também a possibilidade de preenchimento das vagas caso seja uma pessoa em situação de rua, ou mulher em situação de violência, e outros públicos atendidos pela Secretaria para que antes de entrar em algum serviço de acolhimento faça isolamento evitando contaminar outras pessoas do local.
Este isolamento é de até 14 dias, para então, ser atendido na instituição de acolhimento.

(Com informações e imagens da PMF)

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *