O que as paredes do Centro falam – ‘Que as dores virem músculos’, ‘Endinheirados de bom gosto’ e ‘Mais amor’

Compartilhe:

Em tempos em que a maioria das ideias está no campo virtual, mensagens em postes e muros da cidade são uma mostra de resistência e materialidade, que provocam e remetem à reflexão.

O manifesto quase utópico, na cabeceira insular da Ponte Hercílio Luz, pede mais amor e contato próximo com a natureza

No muro de uma academia da cidade, o anseio de quem passou dos 50…

O antiquário da Rua General Osório expressa, na vitrine, o desejo dos proprietários

No Terminal Urbano Cidade de Florianópolis, o sonho nosso de cada dia

Na Rua Saldanha Marinho, videomonitoramento pela fofoca para combater a bituca

(Imagens de Billy Culleton)

 

Compartilhe:
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *