Um século da Avenida Hercílio Luz em imagens – Do Rio da Bulha à canalização e cobertura total

Por Billy Culleton

Na década de 1920 o Centro de Florianópolis começou a se transformar a partir de algumas obras de saneamento.
A principal delas foi a canalização do Rio da Bulha, que deu origem à Avenida Hercílio Luz.

Até a década de 1910 o Rio da Bulha era imundo, recebendo o esgoto diretamente das casas (Acervo Casa da Memória)

Pontilhão na frente do atual Clube 12 (Acervo de Waldir Fausto Gil)

“Por ser uma obra de grande envergadura, que teria início na Rua José Veiga (atual Mauro Ramos), desde as encostas do Morro do Antão, o trabalho requeria grandes somas de dinheiro e, por isso, foi sendo prorrogado desde as últimas décadas do século 19”, escreveu o historiador Carlos Humberto Côrrea, no livro História de Florianópolis Ilustrada.

Década de 1920 (Acervo Casa da Memória)

Desta maneira, inicialmente, foi construído o canal da Fonte Grande, não cimentado, que passou a servir de despejo das casas, até a antiga Ponte do Vinagre, que unia a Rua Tiradentes ao Largo Treze de Maio.

Ano 1922 com o canal em fase final (Acervo Casa da Memória)

A finalização da obra só foi possível em 1922, após o Estado adquirir vários terrenos, demolir algumas residências, derrubar pontes e construir outras para deixar a obra pronta em setembro, inclusive arborizada e com iluminação pública, conta Côrrea.

Acervo Casa da Memória

A abertura da ‘grande avenida’, também chamada de Avenida do Saneamento, exerceu profunda modificação no traçado urbano de Florianópolis pela valorização das margens do rio canalizado.

Acervo de Waldir Fausto Gil

A partir de então, a avenida passou a ser uma das regiões residenciais prediletas da classe média e ali multiplicaram-se “habitações de fachadas ecléticas, dotadas de conforto e padrões de higiene saídos”, como explica a arquiteta e urbanista Eliane Veras da Veiga, no livro Florianópolis Memória Urbana.

Registro de 2005 do jornalista Carlos Damião

A cobertura total  do canal só foi feita no início da gestão Dário Berger (2005-2012).

Avenida revitalizada, em 2019

Confira aqui outra reportagens do Floripa Centro

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *