Coronavírus – Em Florianópolis, as mulheres se vacinam 28% a mais do que os homens

Compartilhe:

Em termos gerais, os homens vivem menos que as mulheres.
Ao longo da vida, cuidam menos da saúde e cometem mais excessos.

A regra se aplica em todo o mundo.
E em Florianópolis não é diferente.

Das 255 mil primeiras doses contra a Covid-19 aplicadas na Capital, 56% (143 mil) foram em mulheres e 44% (112 mil), em homens.

Isso significa que o gênero feminino se imuniza 28% a mais que o masculino.

Os números oficiais sobre a quantidade de vacinas são desta quinta-feira, 8.

Segunda dose, 60% a mais
Já a segunda dose mostra números ainda mais desiguais: foi aplicada em 78 mil florianopolitanos, sendo 61% em mulheres (48 mil) e 39% (30 mil).

Ou seja, quando falamos em segunda dose, as mulheres se imunizaram 60% a mais que os homens.

Homens preferem dose única
Ao verificar a dose única da Janssen, que começou a ser aplicada recentemente em Florianópolis, os homens estão na liderança.

Das 16,5 mil, 8,5 mil foram para os sexo masculino (51%) e 8 mil para o feminino (49%).

Dados se refletem nos óbitos
A Capital atingiu esta semana a marca simbólica de 1.000 óbitos pela Covid-19.

Destes 56% são homens (560) e 44%, mulheres (440).

Confira quadro geral da vacinação

Neste gráfico da PMF, a primeira dose soma as pessoas que tomaram a dose única (16,5 mil) com os que ainda tomarão a segunda dose (255 mil)

(A foto de abertura é divulgação da PMF)

Compartilhe:
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *