Espaço democrático – Moradores de rua organizam torneio de futebol, aos domingos, no Parque da Luz, no Centro

Por Billy Culleton
Moradores de rua descobriram o Parque da Luz. Não para ‘acampar’ e dormir no local, mas, para fazer esportes. Aos domingos, no início da tarde, organizam um pequeno campeonato de futebol, com a participação de cerca de 50 homens.
Todos já usufruem, em maior ou menor proporção, do atendimento oferecido pela Prefeitura da Capital, na Passarela Nego Quirido, como alimentação, higiene e pernoite.

Há pouco mais de um mês, eles se organizaram para aproveitar o Parque. Longe de querer chamar a atenção, eles escolheram um horário com menor frequência de público, entre 12h e 15h.

Cada time tem sete jogadores (‘com camisa contra sem camisa’). O jogo acaba quando uma das equipes fizer três gols. O campeão do domingo é definido numa partida final, entre os times que mais venceram.
A grama do campo é boa e parelha, o que permite que todos joguem descalços.

A maioria tem entre 25 e 40 anos e são originários de diferentes cidades e estados. “Eu sou baiano, aquele é o gaúcho… tem aquele outro que é da Serra catarinense”, explicava um dos jogadores, entre os gritos de alento da torcida, formada também por algumas mulheres.

E se alguém ‘de fora’ quiser participar do jogo? “Será muito bem-vindo”, garante o baiano, um dos líderes do grupo, acrescentando que foi estabelecida a proibição de beber álcool no local.

Não há nenhum indício visual da condição de rua dos esportistas. Eles se assemelham aos vizinhos de classe média do entorno do Parque que tradicionalmente se reúnem para jogar futebol aos sábados à tarde.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *