Moradores de rua do Centro podem pernoitar no Continente

A Prefeitura de Florianópolis providenciou um novo abrigo noturno para moradores de rua. Desta vez, na região continental.

O espaço está localizado no Jardim Atlântico e passará a atender às pessoas em situação de rua, em especial, as que dormiam embaixo da marquise do Deinfra, que foi fechada por tapumes no último final de semana. O fato originou um protesto dos moradores de rua na segunda-feira, 20 (veja aqui).

Um dos líderes do Movimento Nacional de População de Rua (em pé, de jaqueta cinza) acompanhou cadastramento

O novo espaço funcionará de forma integrada com o trabalho que já vem sendo realizado na passarela. Os interessados em pernoitar no novo abrigo poderão tomar banho e jantar na Passarela da Cidadania a partir das 19h, e às 21h serão encaminhados para o acolhimento na região continental para passar a noite, onde permanecerão até as 9h do dia seguinte, podendo retornar a região central.

O atendimento será feito pela Associação Braços Abertos (ABA) que, por meio de convênio com a Prefeitura, já é responsável pelos serviços oferecidos na Passarela Nego Quirido. Um aditivo no contrato possibilitou a providência do novo abrigo. O transporte até o bairro será oferecido pela administração municipal.

Os interessados em pernoitar no novo espaço foram cadastrados por uma equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social, nesta quinta-feira, 23, na Passarela da Cidadania, e poderão dormir no local a partir desta sexta-feira, 24.

Na Nego Quirido são oferecidos diversos serviços à população de rua, inclusive abrigo noturno.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *