Na onda do surfe – Aulas gratuitas para crianças e jovens, em piscina coberta e climatizada, no Centro da Capital

Compartilhe:

A medalha de ouro em Tóquio deve incentivar ainda mais a procura pela prática do surfe em todo o país e, em especial, na capital catarinense.

Para promover ainda mais este tradicional esporte da cidade e oferecer novas oportunidades para crianças e jovens de comunidades carentes, a Prefeitura de Florianópolis está oferecendo aulas gratuitas na piscina pública, localizada na Passarela da Cidadania, no Centro.

Mesmo em uma piscina sem ondas, os alunos aprendem as remadas, como ficar em pé em cima da prancha e até algumas manobras que fazem parte da técnica de iniciação.

Como se inscrever
As aulas acontecem todas as segundas e quartas-feiras, das 13h às 16h20.
Ao todo são atendidas cerca de 1 mil crianças de vários bairros da Capital.

Os pais e responsáveis podem preencher a ficha de inscrição com os líderes comunitários dos bairros ou se dirigindo até a Passarela do Samba, na Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis.

São disponibilizados transporte e alimentação a base de frutas.

Piscina abandonada foi revitalizada
A piscina pública fica atrás das arquibancadas da Passarela do Samba ‘Nego Quirido’, com vista para a Baía Sul.
Construída em 2009, ficou abandonada por quase uma década.

“Era uma piscina que nunca havia sido utilizada. Reformamos, colocamos cobertura e aquecimento e veja só: como o espaço pode transformar vidas”, disse o prefeito Gean Loureiro.

A obra de revitalização, iniciada em 2018, tornou a piscina semiolímpica, com 25 metros de comprimento e 20 metros de largura.

A estrutura conta ainda com cobertura metálica, isolamento térmico e acústico, revestimento com blindex nas laterais e quatro bombas de climatização para o aquecimento da água.
Isso permite a utilização da piscina em diversos períodos do ano, com muito mais conforto.

“O avanço social que conseguimos com a revitalização da piscina pública é imenso. Sem dúvida, essa integração entre crianças e jovens de diversos bairros é o melhor caminho para um futuro digno”, ressalta o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Ed Pereira.

(Com informações e imagens da PMF)

Compartilhe:
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *