Pacientes com câncer, e acompanhantes, poderão se hospedar gratuitamente no Centro

A aflição de quem tem que tratar uma doença grave e ainda custear a hospedagem e alimentação na capital do Estado será atenuada nos próximos meses.
O Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon) iniciou a construção de uma Casa de Apoio, na Rua General Bittencourt, no Centro de Florianópolis.

O espaço atenderá até 60 pacientes e acompanhantes, de baixa renda, que vem do interior catarinense para se atender no hospital do câncer, localizado no Bairro Itacorubi.

Serão construídos quartos individuais e coletivos, refeitório e salas de convivência.

A reforma do imóvel, onde já funcionou o Hospital de Apoio ao Cepon, demorará seis meses e custará R$ 1,3 milhão, recursos financiados pela Fundação de apoio ao Hemosc/Cepon (Fahece).

Hospital Infantil é referência
A cidade já conta com uma casa de apoio para crianças em tratamento oncológico do Hospital Infantil e seus familiares.

Construída e administrada pela Associação de Voluntários de Saúde do Hospital Infantil Joana de Gusmão, a Casa de Apoio Vovó Gertrudes, atende crianças em tratamento oncológico do Hospital Infantil.

São 20 apartamentos para paciente e acompanhante, auditório com capacidade para 50 pessoas, brinquedoteca, área de lazer, cozinha e espaço para alimentação, sala de informática e capela ecumênica.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *