Ponte Colombo Salles completa 45 anos – O dia em que a Ilha entrou para a ‘modernidade’ viária

A inauguração da ‘nova ponte’, em 8 de março de 1975, se transformou num março histórico para a capital catarinense.
A ligação viária de ‘concreto’ entre a Ilha e o continente aliviou o cotidiano de milhares de motoristas que enfrentavam enormes congestionamentos na Ponte Hercílio Luz.
Inicialmente, as quatro pistas da ponte de 1.227 metros eram divididas por uma mureta de concreto, separando o fluxo de veículos que entravam e saíam da Ilha.

Essa estrutura só foi removida na segunda metade da década de 1990.
A obra começou em 1971 com o aterro da Baía Sul, no início do governo de Colombo Machado Salles, que dá nome à ponte.
O projeto arquitetônico foi do arquiteto florianopolitano Pedro de Melo Saraiva (1933-2016), que também desenhou o atual Tribunal de Justiça de Santa Catarina (confira reportagem aqui).
A inauguração – há exatos 45 anos – foi uma grande festa popular, semelhante à vivenciada recentemente com a entrega da ‘nova’ Ponte Hercílio Luz, em dezembro de 2019.

Reprodução revista Manchete publicada no ND pelo jornalista Carlos Damião em 2015

Milhares de pessoas marcaram presença na cabeceira continental prestigiando a convocação feita pelo governador Colombo Salles, que encabeçou as comemorações junto com diversas autoridades federais, estaduais e municipais.
Logo depois dos discursos e do corte da fita inaugural, a multidão atravessou caminhando festivamente até a Ilha.

Imagem atual da Ponte Colombo Salles, à esquerda (Divulgação Secom)

Atualmente, passam pela ponte cerca de 140 mil veículos por dia, segundo medição da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana. Há quatro décadas, a capacidade diária projetada era de 60 mil veículos.

A manutenção da obra sempre foi negligenciada pelas autoridades públicas ao longo destes 45 anos.
Somente em 2019, após uma ação do Ministério Público Estadual, o governo catarinense iniciou uma reforma geral, que ainda está em andamento.

Confira outras imagens da Ponte Colombo Salles:

(A foto de abertura é reprodução do acervo pessoal do ex-governador Colombo Salles feita por James Tavares. As demais fotos antigas pertencem ao acervo da Casa da Memória)

Confira aqui outras reportagens do Floripa Centro

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *