Por que motocicleta não pode circular pela Ponte Hercílio Luz? É para proteger a integridade física do condutor

As ranhuras do gradil metálico que compõe o piso da Ponte Hercílio Luz podem agravar as consequências físicas para os motociclistas num eventual acidente.

Esse é o principal motivo para a proibição da circulação de motos na travessia entre a Ilha e o Continente, na Capital.

Em caso de queda, as pequenas ‘estrias’ metálicas se tornam perigosas para a integridade dos condutores.

O piso metálico também pode facilitar o deslizamento involuntário, em dias de chuva, causando acidentes.

Desde a semana passada, não há mais restrições para a circulação de carros pela Ponte: até então, exigia-se no mínimo dois ocupantes por veículos e em determinados horários.

Por isso, a Guarda Municipal preparou um vídeo mostrando que o piso da ponte não é recomendado para duas rodas.
Confira:

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *