Primeiro caso de Covid na América foi na Ilha e a maior probabilidade é que sua origem seja o Centro

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou, este mês, haver encontrado partículas do novo coronavírus em amostras do esgoto da Capital, que foram colhidas em novembro de 2019.
Trata-se da primeira presença confirmada da Covid-19 no continente americano e o segundo no mundo (pesquisa similar encontrou o vírus no esgoto de Wuhan, na China, em outubro).

A amostra foi retirada da Estação de Tratamento do Centro, na entrada da Ilha, que recebe o esgoto dos bairros Centro, Trindade, Agronômica, Saco dos Limões e Costeira de Pirajubaé.

Tomando como referência o número de habitantes de cada bairro, pode se verificar as probabilidades da origem do vírus.
E o Centro, por ser o mais populoso de todos, tem 46% de chances de ter sido a fonte do vírus, há oito meses.

O segundo bairro é Trindade, com 16% de probabilidade, seguido por Agronômica, com 15%, Saco dos Limões, 14%, e Costeira do Pirajubaé, 9%.

Estação de tratamento de esgoto, na entrada da Ilha de Santa Catarina (Divulgação Casan)

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *