Após reportagem sobre a polêmica dos grafites, Estado bloqueia acesso à passarela da Ponte Pedro Ivo

Tapumes e grades foram instalados, neste final de semana, nas entradas da passarela de pedestres existente embaixo da Ponte Pedro Ivo Campos, na Capital.
A via conecta a Ilha de Santa Catarina ao Continente e é utilizada, principalmente, pela população de baixa renda para chegar ao Centro, além de ser usada por ciclistas esportivos.

(Imagem: divulgação Secretaria Estadual de Infraestrutura)

Na sexta-feira, 8, o Floripa Centro divulgou que as dezenas de grafites existentes nas paredes da passarela corriam o risco de serem apagadas por causa das obras de reforma das pontes, sob a responsabilidade do governo do Estado.
E que grafiteiros de Florianópolis pediram à Secretaria Estadual de Infraestrutura uma avaliação para tentar preservar alguns grafites, evitando que sejam jateados e pintados.

A Secretaria Estadual de Infraestrutura se comprometeu a avaliar o pedido, mas ainda não houve uma resposta.
Há duas semanas, o órgão havia anunciado a interdição da passarela a partir da segunda-feira, 4, para o início das obras.
Mas isso não aconteceu.

O Floripa Centro esteve no local na quinta-feira, 7, e não havia nenhum bloqueio. Alguns pedestres e ciclistas continuavam usando a travessia Ilha-Continente.
Um funcionário da empresa responsável pela obra, que estava trabalhando na cabeceira continental da Ponte, afirmou que a passarela não tinha sido interditada por causa dos grafites.

Neste final de semana, no entanto, a Secretaria de Infraestrutura informou que a passarela está interditada para o início das obras e repassou as fotos dos tapumes e grades.

(Imagem: divulgação Secretaria Estadual de Infraestrutura)

CONFIRA O VÍDEO COM TODOS OS GRAFITES DA PASSARELA:

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *