Após uma semana sem água, lavatórios portáteis do Centro voltam a funcionar

A maioria dos lavatórios portáteis instalados nas ruas centrais da cidade já pode ser utilizada novamente pela população para se higienizar e evitar o contaminação da Covid-19.
Foram sete dias de torneiras secas. Após receber denúncias de usuários, na terça-feira, 5, o Floripa Centro foi às ruas e verificou que apenas um dos cinco lavatórios da região central da Capital tinha água.

Ligação com a rede
Ao pedir informações, a Casan, por meio da assessoria de imprensa, explicou que era necessária uma adequação nos equipamentos.
Ao longo desta semana, cada estrutura teria que ser ligada à rede de água, por meio de uma mangueira, para seu abastecimento automático.
Antes, um caminhão da Casan enchia ‘manualmente’ os depósitos de 800 litros.

Nesta quinta-feira, 7, o Floripa Centro conferiu que quatro dos cinco lavatórios do microcentro já disponibilizavam água: no Largo da Catedral, na Praça Fernando Machado, na Rua Deodoro e na cabeceira insular da Ponte Hercílio Luz.
Já o equipamento no Largo da Alfândega ainda encontrava-se vazio.

Troca de lugar
Para conseguir fazer a ligação direta com a rede de água, alguns lavatórios tiveram que ser trocados de lugar: o que estava na frente da Catedral, ficou ao lado do posto policial, há 100 metros.
Outro, localizado na esquina da Conselheiro Mafra com a Deodoro, passou para a frente da Igreja São Francisco (na Deodoro).

O da Ponte Hercílio Luz foi ‘movimentado’ 50 metros.

Água não deve ser ingerida
Cada estrutura tem capacidade para 800 litros de água e conta com cinco torneiras de plástico, além de recipientes para sabão líquido e papel toalha.
A água é potável, porém, é exclusiva para higienizar as mãos e não deve ser ingerida.
Isso porque o líquido é armazenado numa estrutura de fibra de vidro e para ser apto para o consumo, de acordo com as normas sanitárias, o depósito deveria ser de aço inox.

Ao todo, são nove lavatórios instalados pela Prefeitura no Centro: além dos cinco citados, há outros três, na Beira Mar Norte, e um, na Passarela da Cidadania.

Leia também:
Lavatórios são instalados nas ruas centrais da Capital: água potável, mas que não deve ser ingerida!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *