Impasse para a retirada de transformador em rua onde passará ônibus que atravessa a Ponte Hercílio Luz

Um enorme transformador, responsável por milhares de unidades consumidoras do Centro da Capital, acabou ficando no meio da via onde deveria circular o transporte coletivo que sai da Ponte Hercílio Luz.
A “unidade de transformação subterrânea” está localizada na esquina das ruas Francisco Tolentino e Pedro Ivo, ao lado do estacionamento, no entorno do Camelódromo.

A prefeitura já está fazendo as obras de adequação, como alargamento da rua, pavimentação e novo calçamento.

Porém, a Celesc ainda não tem planos para retirar o ‘trambolho’, já que aguarda que o município encaminhe o projeto elétrico da obra.

Objetivo da obra é que os ônibus consigam fazer a curva, vindos da Francisco Tolentino para entrar na Pedro Ivo e chegar no Terminal de Integração do Centro (Ticen).

Em dezembro, o Floripa Centro mostrou que a prefeitura teve que fazer um desvio no trajeto original do ônibus por causa do transformador.
Atualmente, o transporte coletivo segue pela Francisco Tolentino até o Camelódromo, onde faz o retorno, para posteriormente dobrar em direção ao Ticen.

O que diz a Celesc:
“A Celesc iniciou as tratativas junto à Prefeitura Municipal de Florianópolis para o deslocamento da unidade de transformação subterrânea (quiosque) localizada na esquina das ruas Pedro Ivo e Francisco Tolentino.
Por se tratar de uma obra complexa, esse tipo de deslocamento requer mão de obra especializada tanto para a elaboração de projeto, quanto para a sua execução e demandará um tempo diferenciado, situação já informada à administração do município.

Por ser um projeto de interesse de terceiros, a companhia informou também que os custos associados a esta obra serão de responsabilidade do interessado.
Atualmente, a Celesc aguarda a submissão do projeto a ser elaborado pela Prefeitura para dar continuidade ao processo (aprovação do projeto, contratação da empresa responsável pela Prefeitura e da execução).

A Prefeitura apresentou o projeto urbanístico e a Celesc aguarda ainda a apresentação do projeto elétrico.
As tratativas foram iniciadas em reuniões com os representantes da Celesc e da Prefeitura, porém, a solicitação deverá ser formalizada em ofício junto à companhia.

Quanto ao prazo para a realização da obra: isso depende da apresentação do projeto elétrico por parte da Prefeitura.”
O que diz a prefeitura:
O município afirma que já foi solicitada a retirada, tanto pela empresa de engenharia responsável pela obra quanto pela Secretaria Municipal de Infraestrutura.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *