Vagas de carga e descarga, perto do Camelódromo, dão lugar às paradas dos ônibus vindos da Ponte Hercílio Luz

Várias ruas centrais da Capital estão passando por mudanças para viabilizar a passagem de ônibus de transporte coletivo que cruzarão a Ponte Hercílio Luz a partir do dia 29 de janeiro.
Confira as principais modificações que estão acontecendo nas proximidades do Camelódromo e do Terminal Urbano do Centro (Ticen).

Carga e descarga
As vagas de carga e descarga na lateral da Rua Francisco Tolentino foram transferidas para a Avenida Paulo Fontes, do outro lado do estacionamento existente no local.
A área já está sendo revitalizada para servir como parada de ônibus, o que inclui o rebaixamento da calçada.
Na mesma avenida foram abertas novas vagas para veículos de carga, perto da passarela de pedestres que vai ao Terminal Rita Maria.

Celesc não retira transformador e prefeitura muda percurso
Originalmente, para ir em direção ao Ticen, os ônibus vindos da Ponte dobrariam uma quadra antes, na Rua Pedro Ivo.
Porém, na esquina, na frente das Casas da Água, tem um transformador que impede o alargamento da rua, o que viabilizaria a passagem do transporte coletivo.
“Pedimos à Celesc para retirá-lo, mas até agora continua no mesmo lugar”, explica o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Michel Mittmann. “Como a Prefeitura tem prazos, tivemos que executar o plano B”.
Uma lanchonete que existia ao lado do transformador foi retirada em dezembro para realizar o alargamento da via.

Estacionamento de motos
Mittmann informou que para dar mais fluxo ao trânsito também serão eliminadas as vagas destinadas às motocicletas na Paulo Fontes, perto do Camelódromo.
Ele acrescentou que, ademais, deixará de existir o estacionamento de motos na frente das Lojas Americanas, na Rua Felipe Schmidt. “Estamos estudando o lugar mais adequado para elas”.

Menos 30 vagas na Conselheiro Mafra
Por outro lado, para facilitar a passagem dos ônibus ainda foram eliminadas 30 vagas de estacionamento nas ruas Conselheiro Mafra e Francisco Tolentino, entre as ruas Hoepcke e Padre Roma.

Confira aqui outras reportagens do Floripa Centro

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *