Kit para teste em casa – Florianópolis busca mais de 1 mil pessoas que não sabem que têm HIV

A partir desta sexta-feira, 27, homens com mais de 15 anos poderão solicitar um kit para fazer o teste de HIV em casa.
Para isso, está sendo disponibilizado um aplicativo no celular chamado “A hora é agora”. A pessoa preenche um formulário e recebe o kit de autotestagem no seu domicílio pelos Correios.
Se o usuário preferir, também há a opção de retirar o kit no Terminal Rodoviário Rita Maria, no Centro da Capital, num ‘armário digital’, espécie de caixa eletrônico que funcionará 24 horas por dia.

O autoteste é simples: basta recolher um pouco de saliva num dispositivo plástico que conta com uma haste absorvente que, depois, é colocada dentro de um recipiente que contém uma solução líquida. Após alguns minutos, um visor dará o resultado do teste.

As instruções de uso encontram-se na bula do teste e também no site www.ahoraeagora.org, onde há vídeos demonstrativos sobre a forma correta de fazer o teste e ler seu resultado.
Caso o resultado seja positivo, a pessoa deve procurar atendimento em alguma das quatro policlínicas do município.

Capital é a segunda do país com maior taxa de novos casos de Aids
Florianópolis é a segunda capital com maior taxa de novos casos de Aids na população em geral e a sexta capital com maior taxa de mortalidade pela doença.

Isso significa que muitas pessoas vivendo com HIV não estão em tratamento ou estão sendo diagnosticadas tardiamente, quando a doença está mais avançada.
De acordo com os últimos dados da epidemia em Florianópolis, 7,8 mil pessoas vivem com HIV. Dessas, aproximadamente 1 mil ainda não sabem que têm HIV e outras 2 mil sabem, mas não estão em tratamento.

Tratamento com um comprimido ao dia
Quanto mais precocemente a pessoa se descobrir soropositiva e iniciar o tratamento adequado, menor o dano causado pelo HIV no sistema imunológico.

Além disso, o pessoa em tratamento para o HIV com carga viral indetectável a mais de 6 meses, não transmite o vírus por contato sexual. Atualmente, o tratamento da doença pode ser realizado apenas com um comprimido ao dia.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *