Mural de Cruz e Sousa terá cisne negro e poema manuscrito

Antecipamos como ficará o mural completo que homenageia o poeta desterrense João da Cruz e Sousa, no Centro de Florianópolis.
O desenho na lateral do edifício João Moritz é dividido em três, seguindo a arquitetura do prédio.
A primeira imagem no paredão de 30 metros por 10 metros é do poeta e começou a ser pintada na semana passada pelo artista plástico Rodrigo Rizo, responsável pelo conjunto da obra.
Ao lado, haverá um cisne negro estilizado, que lembra a alcunha recebida pelo maior poeta simbolista brasileiro.

À direita, o primeiro esboço do cisne negro

O desenho do cisne também abrangerá a terceira parede, porém, na parte de cima aparecerá um dos poemas mais famosos de Cruz e Sousa, Enlevo, que estará transcrito idêntico ao manuscrito original feito pelo desterrense, completando o mural de 650 metros quadrados.

Manuscrito de Enlevo que será pintado no mural

Confira o poema:

O artista Rodrigo Rizo

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *