Antonieta de Barros poderá ‘trocar olhares’ com o poeta Cruz e Sousa – Confira como ficará o painel predial

Por Billy Culleton
Apesar de não serem contemporâneas, duas figuras negras que marcaram a história de Santa Catarina poderão se ‘ver’ desde o alto, por meio dos murais pintados em suas homenagens no Centro.
É que esta semana começou a ser produzido mais uma obra de arte urbana na parede lateral do Edifício Atlas, na Rua Tenente Silveira Nº 200.
Desta vez, a agraciada será Antonieta de Barros (1901-1952), professora, jornalista e primeira mulher a ser eleita no Brasil: foi deputada estadual entre 1935 e 1937.

A pouco menos de 200 metros, ela poderá ‘avistar’ o rosto do poeta Cruz e Sousa (1861-1898), no mural do Museu Histórico de SC, na frente da Praça XV, e que foi concluído em junho.

Imagem feita desde o mural de Cruz e Sousa. A marcação é da parede onde estará o retrato de Antonieta de Barros.

O retrato da manezinha, com 32 metros de altura, terá a seguinte frase:

ANTONIETA DE BARROS
Jornalista, professora, e primeira mulher, e negra, eleita do Brasil

O painel, que integra o projeto Street Art Tour e busca homenagear alguns ícones culturais da cidade, está sob a responsabilidade dos artistas plásticos Thiago Valdi, Gugie e Tuane Ferreira.

Antonieta de Barros com a bancada de deputados estaduais que elegeram Nereu Ramos (ao centro) como governador do Estado em 1935. Imagem do livro ‘Perfis Parlamentares: Nereu Ramos’

Homenagem a Cruz e Sousa na parede lateral do Museu Histórico de SC

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *