Mudança no visual das pontes Ilha-Continente – Pilares recebem reforço estrutural que altera design (veja imagens)

Se você olhar para as colunas de sustentação da Ponte Colombo Salles vai perceber uma ‘cinta de concreto’ em torno de alguma delas.
Essa é a nova imagem da estrutura das pontes, com a qual os florianopolitanos terão que se acostumar.

A intervenção foi necessária após a constatação de ameaça de colapso das pontes que, desde a inauguração (Colombo Salles, em 1975, e Pedro Ivo, em 1991), nunca tinham recebido qualquer manutenção estrutural.
A reforma promovida pelo governo do Estado, e que está sendo executada pela empresa Teixeira Duarte (a mesma da Ponte Hercílio Luz), custará R$ 7 milhões para a recuperação emergencial de seis pilares das pontes (três em cada uma).

Matérias relacionadas:
— Pintura renovada, após 45 anos – Ponte Colombo Salles começa a ganhar nova aparência

Outra reforma em andamento está orçada em R$ 30 milhões
Em paralelo, desde fevereiro de 2019, a empresa Cejen Engenharia Ltda, está realizando outra reforma geral das pontes, a um custo estimado de R$ 30 milhões.
Essas obras incluem a recuperação estrutural nos pilares (fora da água) e atividades de jateamento e pintura em toda a extensão das pontes.
Tecnologia inovadora para reforçar as bases
Para aumentar a capacidade resistente de cada pilar está sendo utilizada uma tecnologia que insere barras de aço especiais na estrutura (chamado dywidag), que permitem a transmissão às estacas de fundação da pressão das cargas atuantes na ponte.

Confira o vídeo:

Outras matérias relacionadas:
— Submersos no mar – Estado pagará R$ 7 milhões para recuperar seis blocos de fundação das pontes

— Fotos e vídeos da reforma – A inovadora tecnologia usada para reforçar as bases da Ponte Colombo Salles

Imagens da Secretaria de Infraestrutura mostram a corrosão nas estruturas da ponte

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *