Após Defesa Civil apontar deterioração, Câmara de Vereadores da Capital inicia reforma do prédio

Em fevereiro de 2019, a água acumulada pelas fortes chuvas na laje do 11º andar do prédio da Câmara de Vereadores de Florianópolis infiltrou e atingiu os gabinetes legislativos, chegando até o térreo.

Servidor tenta conter vazamento que ocorreu no ano passado

A Defesa Civil Municipal foi acionada e constatou a necessidade de realizar a recuperação das fachadas externas, pelo risco de queda de fragmentos de concreto ou dos revestimentos nas ruas próximas ao edifício, construído na década de 1980.

Para impedir acidentes, o presidente do Legislativo, vereador Roberto Katumi (PSD), determinou a realização de processo licitatório no segundo semestre de 2019, que culminou na disputa entre três empresas.

A vencedora foi a empresa RDG Construções, com a proposta de preço de R$ 862 mil, valor 17% abaixo do que a estimativa prevista na licitação após pesquisa de mercado.

O prazo para conclusão da reforma é de cinco meses e a empresa quer aproveitar o período de janeiro para concentrar a maior parte das obras, por conta do recesso e das férias coletivas dos servidores.

Confira aqui outras reportagens do Floripa Centro

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *