Depois do fechamento da loja no Centro – Procon exige que Celesc tenha atendimento presencial próximo à população

Após o fechamento da loja no Centro nesta segunda-feira, o Procon de Florianópolis notificou a Celesc para que reestabeleça o atendimento presencial aos clientes em local que atende às necessidades do consumidor.
Reportagem do Floripa Centro (confira aqui) mostrou o descontentamento dos clientes com a transferência da loja para o Bairro Itacorubi.

A intimação nesta terça-feira, 26, exige que a empresa tenha um local próximo e adequado, fornecendo o serviço de forma eficiente e segura.

Diretora do Procon, Elizabete Fernandes (E), entregou a notificação

Segundo o Procon, a mudança do local de atendimento presencial do Centro para o Itacorubi, contraria o Código de Defesa do Consumidor e uma resolução da Aneel, além de violar a Lei 8987/95, que trata da prestação de serviço público.

O novo local de atendimento presencial, de acordo com o Procon, é distante e alguns consumidores precisarão usar até três ônibus para chegar no local.
Se a notificação for ignorada pela Celesc, o Procon promete tomar medidas administrativas e judiciais para restabelecer o atendimento próximo à população.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *